Transforme em brincadeira a “batalha” de cortar o cabelo das crianças

Se os cabelos forem lisos, você pode fazer um corte “tigelinha”, à moda dos índios. A partir da coroa, penteie os fios para a frente e para os lados, bem esticados, e corte reto em toda a volta da cabeça. Penteie novamente com o pente fino e apare as pontinhas que sobrarem.

Se preferir um corte mais desbastado e menos escultural, use um pente-corta-dor, desses que têm uma lâmina acoplada ao pente. Para experimentar o fio, corte começando pela nuca. O pente-cortador é fácil de usar e você não precisa dividir o cabelo em mechas. Basta segurá-lo perpendicularmente à cabeça e pentear. Mas só deve ser usado para cortes muito curtos.

I ri ancas com cabelos finos e crespos ficam melhor com um corte em camadas. Comece umedecendo o cabelo com um chumaço de algodão embebido em agua. Desembarace os fios com um pente fino e divida os cabelos em mechas.

Prenda as mechas do alto da cabeça com grampos e comece a cortar as mechas próximas à nuca. Solte uma mecha de cada vez e, segurando-a entre os dedos médio e indicador, corte. Por fim, solte e corte as mechas do alto b cabeça e dos lados. Por último, deixe a franja. Penteie para verificar se caram pontas. Apare e penteie de . Para remover os fios de cabelo das roupas e da nuca, espalhe talco e passe uma escova.

Se a menina tiver cabelos bem compridos, apare apenas as pontas mensalmente para os fios não perderem o vigor. Depois arrume assim: faça um rabo de cavalo bem no alto da cabeça e, para dar charme, amarre vários elásticos coloridos ao longo do comprimento do rabo.

Se os cabelos da sua filha estiverem naquele comprimento nem curto nem comprido, faça uma ou duas trancinhas miúdas saindo do alto para o lado da cabeça. Prenda as pontas com elástico colorido.

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.