Estrias: Saiba as causas e previna-se

As estrias, pela sua própria natureza, são difíceis de combater. Mas, felizmente, pode-se preveni-las. Conheça algumas.providências que você deve tomar já, ou seja, as maneiras seguras de evitar o problema.

O QUE PROVOCA AS ESTRIAS

Para começar, é bom saber que as estrias são atrofias cutâneas, ou seja, cicatrizes internas provocadas pela ruptura das fibras elásticas. Para você entender melhor, é preciso explicar a composição da pele. Vamos lá. A pele é formada por três camadas: a hipoderme (mais profunda), a derme (intermediária) e a epiderme (externa).

Entre a epiderme e a derme, há ainda uma camada chamada basal, responsável pela remoção das células que morrem constantemente na superfície. E é esta camada que mantém a pele sadia. As estrias, portanto, se formam ali, num local onde as células são incapazes de se reconstituir.

Na verdade, as estrias são causadas, entre vários fatores, pela gravidez e obesidade, que provocam uma grande e perigosa distensão da pele. Acompanhe:

• Obesidade — Toda pessoa que engorda e logo perde peso provoca uma tensão constante sobre as fibras elásticas, que normalmente não aguentam e se rompem. Muitas vezes, quem ganhou 10 quilos lentamente em um ano, por exemplo, pode correr menos risco de ter estrias do que quem engordou e emagreceu 1 quilo a cada mês.

• Gravidez — É o período em que é mais comum o aparecimento de estrias. Explica-se: em apenas nove meses, a mulher engorda de 8 a 14 quilos. Mas é fácil preveni-la, pois o aumento de peso é esperado. Basta tomar alguns cuidados, em especial a hidratação da pele, sobretudo da barriga e dos seios.

• Crescimento rápido — Quando jovem, a nossa pele está preparada para suportar a tensão da fase de crescimento. Mas algumas pessoas crescem rapidamente, pegando a pele “desprevenida” para tanto esforço. Então ela se rompe.
• Excesso de exercício — As estrias podem aparecer se você fizer muitos exercícios sem preparar a pele. Quem dança bale ou faz alongamento, pode ter mais estrias nas pernas, principalmente na parte interna das coxas.

COMO SE PREVENIR

O primeiro passo é procurar um dermatologista para diagnosticar a causa do aparecimento e indicar o tratamento correto. Mas você pode se prevenir.

• A pele bem nutrida é mais resistente. Por isso, faça uma dieta equilibrada. Sua alimentação deve ser rica em proteínas
(sobretudo de origem vegetal), vitamina A e muita água (não só a pura como a proveniente de frutas e vegetais).

• O excesso de sol é prejudicial. Resseca a pele e ataca justamente suas fibras colágenas e elásticas.

• Tome banhos mornos, quase frios. O calor pode ressecar demais a pele.

• Use sempre sabonetes hidratantes e aplique cremes também hidratantes depois do banho.

• Evite usar roupas apertadas e tecidos muito grossos.

• Se você pratica exercícios, passe um hidratante ou óleo no corpo todo. Após a ginástica, tome banho e passe mais hidratante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.