Cólicas menstruais: Saiba as causas e como aliviar a dor

 

Elas são a marca registrada da menstruação para muitas mulheres. Nascem na parte inferior do abdômen e irradiam-se, às vezes, para a região lombar e inferior das coxas. Podem durar de 2 a 24 horas e até mesmo o período todo. O que fazer?

O APARECIMENTO DAS CÓLICAS

As eólicas menstruais são acompanhadas de suor, palidez, náuseas, vômitos, sensação de desmaio e dor de cabeça. Mas existe uma fase da vida em que a mulher é mais propensa a dores menstruais. Estamos falando da adolescência, quando a garota começa a ovular. Durante os primeiros meses da adolescência, ou mesmo anos, a mulher menstrua sem ovular. Em geral, as eólicas desaparecem após o primeiro parto.

Estudos médicos mostram que as cólicas menstruais — que têm o nome científico de dismenorreia — não possuem uma única causa. Ao contrário, vários fatores contribuem para o seu aparecimento. Vamos a eles:

• Queda abrupta do nível de progesterona — Esse problema ocorre exatamente com o começo da menstruação. Os especialistas acreditam que a queda brusca do hormônio provocaria contrações descoordenadas do útero e aumento do seu tônus, levando à diminuição do sangue circulando na região e gerando a dor.
• Problemas emocionais — E possível que a ansiedade de muitas mulheres em relação à menstruação, além de eventuais crises emocionais, façam o útero contrair-se descoordenadamente. E isso o tornaria sensível aos estímulos dolorosos.
• Problemas de saúde — Desnutrição, stress, anemia excesso de trabalho, tuberculose, diabetes e infecções genitais são circunstâncias que alteram o estado geral de saúde e talvez provoquem eólicas.
• Problemas anatômicos da região uterina — Lesões obstrutivas, como o fechamento do colo uterino, fibromas, úteros malformados e inflamações, são alguns dos problemas ginecológicos que dificultam a passagem do fluxo sangüíneo, dando origem a eólicas.
• Conflitos na psicanálise — Alguns teóricos da psicanálise acreditavam que toda mulher com dificuldades menstruais guardava algum “conflito inconsciente” relacionado com atos ou desejos sexuais. Mas pesquisas mostram o contrário. Dificuldades menstruais ocorrem tanto em culturas primitivas quanto em civilizadas, de diferentes épocas. Até em fêmeas de chimpanzé e outros primatas já se observaram sinais claros de distúrbios menstruais.

COMO ALIVIAR AS DORES MENSTRUAIS

A dismenorréia, portanto, pode originar-se de algo simples, como o stress, até de um problema ginecológico mais sério. Por isso o primeiro passo é procurar um ginecologista para descobrir qual é o seu caso. Uma boa sugestão é fazer exercícios normalmente e dedicar mais tempo ao lazer, cuidando de sua saúde emocional. Se acontecer a dor, na hora da eólica faça assim:

• Repouse, colocando uma bolsa de água quente sobre a barriga.
• Tome um banho quente e um gostoso chá de erva-doce ou erva-cidreira com analgésico, se necessário.
• Saiba que a atividade sexual regular é excelente contra eólicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.